Escola no núcleo colonial

Na foto abaixo, crianças e professora em uma escola primária mista do núcleo colonial Campos Salles, no então distrito de Cosmópolis, em Campinas, por volta de 1915. Crianças de diferentes idades, geralmente descalças, frequentavam as mesmas aulas em bairros rurais.

É provável que a escola da foto seja a mantida pelo governo de São Paulo no núcleo Campos Salles. Houve também no núcleo algumas poucas escolas sustentadas com recursos próprios dos colonos: p.ex., a Escola Alemã criada em 1898. Em Campinas, onde o núcleo colonial Campos Salles se localizava, estimava-se que 46,7% das crianças em idade escolar não frequentavam escolas em 1915. No conjunto do estado, o percentual era de 57,7%.

O núcleo colonial Campos Salles foi criado por decreto em 1897, com lotes de 10 a 18 hectares, vendidos em 6 prestações anuais. Originalmente o objetivo era atrair principalmente imigrantes alemães e suíços, mas o perfil mudou ao longo do tempo. Um ano após a fundação, o núcleo Campos Salles contava com 207 habitantes, a maioria (90%) suíços, alemães e austro-húngaros (brasileiros, 9%; italianos, 1%).

Fontes: Acervo Digital do Museu da Imigração do Estado de São Paulo; São Paulo, Annuario do Ensino do Estado de São Paulo e Relatorio da Secretaria dos Negocios da Agricultura, Commercio e Obras Publicas, vários anos.

Escola no núcleo colonial Campos Salles, Campinas, c. 1915
Foto: Acervo Digital do Museu da Imigração do Estado de São Paulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s