Ela sabe

Como diz abaixo, a mãe é da Paraíba, mas quem fala não é Geraldo Vandré, Herbert Viana, Elba Ramalho, Zé Ramalho ou Vital Farias. Também não é, como dizem colegas da academia, zombando, coisa de “paladinos da educação que defendem a educação primária”.

“— Educação é o ponto, a partir do momento em que você educa, você coloca na cabeça do cidadão o que está nas mãos dele… Tive uma mãe que, por mais que não tinha tido estudo, ela veio da Paraíba com meus irmãos, me ensinou o valor de estudar. Mas isso dá trabalho, explicar à pessoa como ela faz acontecer dá muito mais trabalho do que entregar na mão dela. Ensinar a pescar dá muito mais trabalho do que entregar o peixe.

— O Brasil chegou já numa fase que não tem milagre. É esperar, ter paciência, educar, e pensar num futuro com um Brasil educado, com estudo e uma educação igual para todo mundo… Não é investindo na educação hoje que você vai ver o resultado daqui a quatro anos. A gente não pode ter o político que só está pensando em ser reeleito. Ele tem que fazer a parte dele.”

Resposta aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s