21 comentários em “Pátria iletrada

  1. Prezado Dr. Colistete,
    Li a matéria da revista Piauí e fiquei apaixonado pelo assunto. Parabéns,pelo trabalho e pela matéria. Tudo indica que podem trazer bons avanços à percepção brasileira sobre a questão educacional e os reflexos atuais das instituições, da concentração e do autoritarismo, que estão, ao meu ver, longe de se encerrar, a arrisco opinar que até tomaram uma direção oposta a este encerramento, em 2016. Gostaria de saber se há possibilidade de disponibilização de sua tese “O atraso em meio à riqueza: Uma história econômica da educação primária em São Paulo, 1835 a 1920”. Em 2016 estive envolvido com a finalização de um mestrado, que me instigou em diversas áreas de conhecimento, especialmente Deep Learning, Aprendizado de Máquina, etc… Fiz algumas leituras mais recentemente (pós conclusão do mestrado), e inspirado pelo já clássico popular “Por que as nações fracassam”, em que a visão institucionalista se aplica perfeitamente, em especial o “Capitalismo de Laços” de Sérgio Lazzarini, e “Estranhas Catedrais”, de Pedro Henrique Campos, me deixaram muito interessado na economia institucional e história econômica, seria um prazer ter acesso ao seu trabalho.
    Atenciosamente.
    Rubem de Paula

  2. Prezado Dr. Colistete,
    Li a matéria da revista Piauí e fiquei encantada com o tema de sua tese. Nesse sentido, gostaria de saber se é possível ter acesso à tese.
    Att,
    Mariana Fontão

  3. Que trabalho interessante! Sou professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia e gostaria muito de ter acesso a sua tese de livre-docência, para as minhas orientações e para os meu trabalhos de pesquisa. Peço-lhe a gentileza de me enviar pelo e-mail. Parabéns pelo trabalho realizado!

  4. Olá professor, sou discente do curso de Direito da Universidade Federal de Lavras. Li a matéria da revista piauí recentemente e o tema abordado em sua tese me despertou imenso interesse, seria possível enviá-la por e-mail? Desde já agradeço e o parabenizo pela importante contribuição e trajetória acadêmica.

  5. Boa noite, Professor. Estou pesquisando sobre desigualdade provocada (ou não combatida) pela atividade financeira do Estado. Alguns aspectos da sua tese, referidos na reportagem da Piauí, me pareceram bem interessantes. Seria possível ter acesso a ela? Desde já parabenizo e agradeço. Atenciosamente,
    Alexandre

  6. Olá, professor Renato. Sou aluno do 6 período de Geografia e a partir da Revista Piauí, tive conhecimento da sua tese. Seria possível o sr. me enviar, por favor? Agradeço a atenção e parabéns!

  7. Bom dia, professor.

    Li a matéria sobre sua tese na revista Piauí e gostaria de saber como ter acesso à ela.

    Desde já agradeço.

  8. Boa tarde, professor Renato.

    Também por meio da reportagem tive conhecimento da sua tese. Sou educador e gostaria muito de conhecer mais a fundo sua pesquisa. Você poderia me encaminhá-la?

    Obrigado!

    Atenciosamente,

    Samuel

  9. Olá Professor Renato Colistete,

    Estou fazendo um artigo sobre o custo do atraso educacional no Brasil e fiquei muito interessado em ler sua tese. Poderia disponibilizar uma cópia?

    Desde já grato,
    Felipe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s